Emocional

EU EMOCIONAL

Para encontrar nossa harmonia interior, é preciso assumir o controlo e percebermos o quanto somos responsáveis por tudo o que nos acontece. O primeiro passo é esse. Não existe nenhum Deus capaz de trazer dor ou sofrimento. Cada obstáculo ou desafio é uma consequência de nossos actos, de nosso livre arbítrio, de nossas escolhas... Proponho sair dessa inércia e passar a estar muito mais activo com relação à sua vida.

A grande chave é o PENSAMENTO. Comece agora mesmo a prestar atenção a cada pensamento que lhe vêm a mente e “diagnostique” se o sentimento é positivo ou negativo.  O estado de espírito vêm daí. É preciso educar a direcção dos pensamentos e usar muito mais o verdadeiro potencial humano: O RACIOCÍNIO!

No dia-a-dia, além do stress intenso, do maior nível de cobrança e da busca pelo “perfeccionismo”, muitas vezes aliam-se hábitos alimentares incorrectos. Este é o quadro clássico de nossa sociedade hoje. O que muitas pessoas desconhecem é que a alimentação e a orientação mental deve fazer parte de nosso quotidiano. Temos muitas urgências em fazer as coisas e nenhuma preocupação em planear ou até mesmo buscar orientar a mente.

Sim! É possível encontrarmos uma maneira de evitar a fase de exaustão e educarmos a mente a buscar o equilíbrio. Para tal é preciso nos orientar com base em duas leis universais aos quais todos os seres humanos estão sujeitos:

 1. HÁ SEMPRE SOFRIMENTO: todos nós temos fardos e intempéries a enfrentar. Uns em maior, outros em menor grau. Somos seres em evolução e como tal haverá sempre sofrimento a ser enfrentado. É a única maneira de evoluirmos, ao enfrentarmos determinados obstáculos, descobrimos o real tamanho de nossa capacidade (ampliamos o raciocínio!) e assim como na escola, mesmo as disciplinas que nos desagradam, são importantes aprendermos.

Lembre-se: uma mente que se abre a uma nova ideia jamais retorna ao seu tamanho original.

2. EXISTEM ASPECTOS DA VIDA IMUTÁVEIS: certos aspectos da vida são incontroláveis, como por exemplo: a maneira de ser das pessoas, uma data, a morte… Somos seres que temos uma necessidade de controlo, se pudermos controlar, ficamos mais seguros. Porém, aquilo que única e exclusivamente realmente podemos 100% controlar é a nossa atitude e nossos pensamentos.


SOLUÇÕES EMERGÊNCIA: 10 DICAS PARA O SUCESSO

Claro que se existissem regras e fórmulas prontas para o sucesso, já estavam todos milionários, mas o que vamos ver a seguir são 10 maneiras de nos tornarmos donos de nossa própria vida e dotados da verdadeira riqueza: liberdade e paz interior, porque é tão mágico quando nos encontramos connosco mesmo!

1. Atitude mental positiva. Cada pensamento é uma onda electromagnética e tem um poder indescritível. Quanto mais frequente é um pensamento, mais ele favorece o que pensamos, a acontecer. Preste atenção ao seu redor, o que tem feito de seus pensamentos? O que tem atraído para sua vida?

Pensar sempre no que não se tem, no que ainda falta conquistar ou mesmo nas tarefas pendentes é uma tendência comum de levarmos a vida. Sem perceber, este tipo de atitude contribui para que as mesmas situações que me desagradam se repitam dia após dia, como se a vida entrasse num espiral de acontecimentos que possuem o único objectivo de reforçar o seu pedido e consequentemente as mesmas sensações. É COMO REZAR PARA O QUE NÃO QUEREMOS!!!

Estou a pensar na maneira de ser de alguém que me desagrada, na tarefa por realizar, na falta de dinheiro, na dor, no excesso de peso… Seu desejo é uma ordem.

A prosperidade fará presença quando for desejada, ou seja, devo pensar em fartura, em boa disposição, no bem-estar de uma tarefa cumprida, na sensação adelgaçante, na sensação de estar saudável ou na calça que há tempos deixou de servir. Lembre-se, faça do seu universo um “génio da lâmpada”, quanto mais for pedido, mais ele atende. Tente ir buscar que sentimentos bons estaria a sentir se já tivesse o que deseja, é assim que construímos nosso futuro realmente e fica mais claro saber o que fazer.

Além disso, o bom humor e o sorriso são atributos do carácter. Se perco a paciência, se sou mal-humorado, só me queixo, estou a alimentar os pensamentos errados e meu organismo irá atrair cada vez mais situações que atendam este meu pedido, para continuar a me queixar… PARE DE FAZER PROPAGANDA DO QUE ESTÁ MAL!!! Sinta-se feliz, seja como um rio que flui e evite buscar a perfeição, dê o seu melhor consoante a boa disposição do dia. Evite querer controlar todas as situações, ao invés disso, preocupe-se em controlar os seus pensamentos, pois são a chave para tudo correr bem. Cultive os pensamentos e as atitudes coerentes com quem deseja ser, para chegar ao fim do dia, olhar-se com orgulho ao espelho e deitar tranquilo na almofada.

√ IMPORTANTE DICA: quanto mais pensar no que não quero, mais dele atraio. Sugiro DIARIAMENTE realizar a “higiene mental”: trata-se de um exercício diário capaz de organizar o pensamento. Primeiro faça uma lista mental de todas as suas maiores bênçãos e coisas a agradecer que possa ter na vida. Depois faça uma lista mental de todos os seus objectivos, sonhos, projectos e metas para os próximos tempos (pode ser dias, meses ou até mesmo anos): nível físico, emocional, espiritual e material. Depois sempre que detectar um pensamento inferior ou negativo tem que tentar substituir pela imagem já concretizada de uma das metas ou pela visão das bênçãos. Conduza a sua mente de forma a só passar nela o que deseja. Eduque-se! VIGIE SEU PENSAMENTO!!! Como atrair a sua própria atenção? Pense no agora questionando-se mutias vezes ao dia: "como estou a me sentir?", pronto assim já estará consciente do que está a pensar e no rumo que sua mente está a tomar. Atenção: todos os dias podem ter bênçãos ou conquistas novas, recicle-se. Força!
“Pessoas verdadeiramente fortes são aquelas que têm pleno domínio sobre a própria mente”!

2. Saúde física. Descubra os pormenores capazes de tornar o estilo de vida muito mais coerente a fim de gerar a condição adequada para as células desempenharem bem suas actividades (leia mais em “Estilo de Vida" ou "Nutrição"). Lembre-se que qualquer doença ou desconforto como uma simples dor de cabeça, pede reflexão: “o que tenho feito de errado com meu corpo?”, “o que meu corpo está a pedir”? Nenhum sintoma é em vão, a doença é um caminho, interprete-o! Sempre deve organizar-se para que dê atenção à sua alimentação, descanso, movimento e captação de ar e sol.
“Quanto mais se cuidar, mais sorrisos terás”!

3. Harmonia nos relacionamentos e capacidade de compreender as pessoas. Impossível tentarmos controlar a maneira de ser das pessoas. Eu diria que o convívio e a comunicação são grandes artes, portanto quanto mais se esforçar para impor determinada maneira de ser a uma pessoa, mais frustrações se colhem e acaba-se por alimentar um grande veneno para a saúde: o orgulho excessivo. O mais importante aqui é aceitar as diferenças e divergências de opinião. Aprenda com as pessoas, entenda a diferença. Evolua neste sentido.
“Tenha coragem para mudar o que pode ser mudado, paciência para aceitar o que não pode ser mudado e sabedoria para distinguir uma coisa da outra”.

4. Liberdade do medo. O medo é um sentimento comum no ser humano e como tal deve se ter muita atenção ao interpretá-lo. Eu ouso em dizer que o medo mostra-nos aonde temos de ir, pois quanto mais fugimos de uma situação (ou pessoa) a qual somos temerosos, mais nossa consciência nos perturba, gerando um conflito e desconforto interior. Este tipo de atitude pode gerar insegurança, ansiedade e ainda mais frustração. O ideal é usar o raciocínio e enfrentar a situação tão logo ela se apareça, a fim de poupar o organismo de demasiado stress. A ACÇÃO é uma palavra que salva e trás de volta o bem-estar. Como se costuma dizer, o não sempre já temos, portanto enfrentar a situação, coloca a possibilidade do aprendizado e mesmo se o erro permanecer, ao menos sente-se a sensação de que houve determinação para o enfrentar. Errar faz parte do processo e aceitar que precisa de ajuda também. Sentimentos como o medo e o excesso de pré-julgamento das situações impedem a evolução e o crescimento tão necessários em qualquer condição que se enfrente.
“Transforme o fracasso em “adubo”, para fazer desabrochar em sua vida a “flor” do sucesso”!

 5. A esperança de realizar no futuro: Sonhar! É fundamental manter metas e sempre desejar algo. A mente que está estagnada no passado ou que já não tem vontade de realizar e desenvolver-se, assim como um músculo, fatalmente pode atrofiar-se. Esta situação igualmente gera um desconforto interior, pois está nos princípios do viver humano, o desenvolver da criatividade e da vontade até o fim dos dias. Parar de sonhar é perder a fé! Fatalmente a mente pouco estimulada irá mais facilmente voltar-se para as intempéries do passado. O passado é imutável, foque seus esforços no hoje e o que deve agir para evitar de voltar a sofrer. Acção é a palavra-chave. Por isso, seu horizonte deve estar sempre à vista, impondo-se desafios nas diferentes fases da vida.
“O anseio que vem do fundo da sua alma há de se realizar”!

 6. Capacidade de aplicar a fé! A fé é um dos sentimentos mais polémicos e mais difíceis de se descrever, mas assim como sonhar é a mola propulsora da vida. Quem não transpor a fé em todo o viver, dificilmente conquistará a paz e alegrias interiores. A fé nutre a sensação de protecção de que nossa faculdade mental deve ser educada para exercitar em todos os actos. Consiste em degustar cada momento da vida como essencial, sejam momentos bons ou difíceis. A fé vem da conquista da força interior e de cultivar sempre a certeza de que nada faltará e que tudo vem com um propósito.

Se somos seres em desenvolvimento, necessitamos de algumas provas das capacidades de raciocínio e perseverança do qual somos dotados. Infelizmente sem o sofrimento, esse exercício fica impossível. É preciso perceber que a cada um cabe um fardo a carregar e o que nos distingue uns dos outros é justamente a capacidade de os superar e ultrapassar. Nada cai de bandeja e o que nos é oferecido na vida são oportunidades de descobrirmos o tamanho de nossa força interior. É preciso até ao acontecimento mais difícil, dar graças, pois sem este o crescimento talvez fosse impossível. É na certeza de que serei capaz de ultrapassar um desafio ou na certeza de que jamais este será superado, que torna o nosso viver um processo de purificação. Acredite-se! Eduque sua fé e verá sua vida se transformar!
“Não se limite a pensar em realizar algo. Tenha a convicção de que conseguirá realizá-lo”.

 7. Capacidade de compartilhar as bênçãos com os outros. O ego e a inveja infelizmente também são atributos do ser humano, mas lembre-se de que quem educa o pensamento é a consciência de cada um. Se eu souber viver a cultivar o hábito de agradecer e também souber dividir o que tenho com quem está a meu redor, é a melhor maneira de se prosperar. Quanto mais uma pessoa for avarenta e quiser tudo para si ou centralizar todas as atenções para si, menos ela receberá em dádivas e bons acontecimentos. Isto porque a partilha gera multiplicação. Quanto mais se dá, mais se recebe!

É possível dar sempre, mesmo quando se tem pouco. Podemos dar sorrisos, motivação, elogios, podemos dar ajuda ou mesmo um abraço carinhoso. Sugiro nunca encontrar alguém sem algo para lhe dar, nem que seja o desejo do fundo do coração de que aquela pessoa tenha um lindo dia. Fale em seu consciente sobre a pessoa que está a sua frente, pedindo-lhe alegria, protecção ou mesmo saúde naquele momento de encontro. Pode ter certeza de que quanto mais desejar aos outros, mais receberá a si.
“Quem doa com generosidade, recebe muitas bênçãos”.


8. Estar envolvido ou trabalhar em algo que ama. Todos os dias, antes de sair para o trabalho, deve-se olhar ao espelho e questionar-se: “estou a ir para um lugar que gosto?” “estou a fazer algo que me satisfaz?” Se a resposta é negativa, dia após dia cresce-se o vazio interior e sempre há tempo de recuperarmos este sentimento de satisfação. Quando se cultiva o sonho, a fé e a determinação no viver, cada meta é uma forma de vida e os meios para se alcançar o que se deseja não medem esforços. Até mesmo um voluntariado pode trazer esta sensação.Além disso, toda a tarefa que se vai realizar deve ser feita com o coração. Por exemplo: se lavamos um tacho ou uma casa de banho com a sensação de “saco cheio”, a tarefa pode até custar mais tempo do que deveria ou nem tudo corre bem e “magoamos o dedo”. Se a atitude perante a situação for diferente e encararmos como uma oportunidade, com certeza ficará até mais bem feito. O sentimento de missão cumprida aparecerá.
“Persistindo no que gosta de fazer, seu talento se manifestará claramente”.

9. Mente aberta com todos os assuntos e a todas as pessoas: O JULGAMENTO. A capacidade de julgamento do ser humano é um excelente exemplo de nosso livre arbítrio. Temos escolhas a fazer a todo instante e pré-julgamos todas as situações. Quanto mais vermos as diversas possibilidades de verdades, mais fácil será aceitar as diferenças. Quanto mais a mente for livre de julgamentos, maior será a sua capacidade em dominá-la. Comece hoje mesmo a tentar abster a sua mente de julgar tudo e a todos. Vigie e eduque a mente para manter o diálogo apenas nos assuntos que são de seu interesse.
“Cada pessoa cria seu próprio destino”.

10. Auto-disciplina. Vencer alguém não chega a ser uma grande vitória. Vitorioso mesmo é aquele que consegue vencer a si mesmo, combatendo seus vícios e controlando suas paixões. Quando se quer algo, a determinação gratifica e a sensação de missão cumprida fatalmente enriquecerá. A vitória sobre nós mesmos é muito mais difícil, requer mais coragem, mais disciplina e mais decisão. Mas se não conseguir da primeira vez, tente de novo. O simples facto de tentar de novo, já será sua grande vitória.
“A grandeza de um homem vem de seu poder de resistir às provações”.


 “Nascemos do amor, o combustível universal.

Recebemos o alimento do seio materno e somos tocados pelos primeiros raios de sol.

Crescemos e recebemos os desafios de cada fase da vida, orientados pelos ciclos que a natureza faz-nos passar. Em cada momento, buscamos instintivamente o amor, o alimento, o sol… Nutrientes-chave dessa jornada.

Para evoluirmos, é fundamental reconhecermos essa interdependência. Esse é o elo que alimenta a nossa essência e poder, uma força infinita e sem limites: a mente e o conhecimento por ela adquirido!”


Excelentes escolhas!  
Camila